Pedra como pilar para o futuro

Sobre

Stone CAST (Circular Advanced Sustainable Transformation) é uma iniciativa criada no âmbito das Agendas Mobilizadoras do Plano de Recuperação e Resiliência, na tipologia de Pactos de Inovação.


Um consórcio de mais de 50 empresas e instituições públicas e privadas, que se propõe a desenvolver e criar valor na zona do Alentejo, tendo por base um modelo de economia circular. Através de uma aposta na inovação e na sustentabilidade da indústria das rochas ornamentais, o Stone CAST visa transformar estruturalmente o tecido produtivo deste setor económico - com especial ênfase no setor de extração, transformação e comercialização dos mármores da região de Estremoz.


Tendo em conta o potencial deste setor no território nacional, a sua presença multi-regional, o seu impacto territorial, bem como a semelhança dos problemas que se colocam transversalmente ao seu desenvolvimento e sustentabilidade, prevê-se o alargamento gradual desta iniciativa a outras regiões do país.






Indústria Motriz

Resiliência Económica

Crescimento Inteligente, Sustentável e Inclusivo

Transformação Ambiental

Áreas Estratégicas

Transformação Digital

Gestão, Empreendedorismo e Incubação

Investigação, Desenvolvimento e Inovação

História, Cultura, Património e Turismo

O eixo central desta iniciativa é a intervenção no setor da indústria da pedra natural, num contexto de economia circular norteada por princípios de sustentabilidade e orientada para os paradigmas de Indústria 4.0.


O setor da pedra natural é um eixo económico essencial a nível regional e nacional, com enorme potencial não só para ser melhorado e alavancado enquanto indústria motriz do projeto, como também enquanto epicentro de mudança para um conjunto de indústrias e serviços associados (educação e qualificação de meios humanos, Investigação e Desenvolvimento, criação de produtos inovadores, entre outros).

A iniciativa Stone Cast visa contribuir para o aumento da competitividade e resiliência do setor de extração, transformação e comercialização de pedra natural, através da consolidação e expansão de sinergias com empresas e instituições do sistema científico e tecnológico nacional, bem como da realização de investimentos que permitam alterar o perfil de especialização do setor, incentivando atividades de valor acrescentado e intensivas em conhecimento – direcionadas à criação de empregos qualificados e orientadas à expansão do setor para mercados internacionais.


Para este efeito estão previstos diferentes eixos específicos de intervenção:

Eixos de Intervenção

Projetos de investigação, desenvolvimento e inovação orientados a processos de transferência de tecnologia, redução de desperdícios e reintrodução de elementos na cadeia de valor segundo uma lógica de caminhada para o verde e de economia circular, como por exemplo através da introdução no mercado da produção de stone paper

Projetos de qualificação e internacionalização das organizações, incluindo apoio ao desenvolvimento de soluções aplicacionais numa lógica de transformação digital e modernização

Projetos de investimento produtivo, que concretizem a produção de novos bens e serviços, com claro enfoque no apoio à produção tecnologicamente avançada por parte dos investidores empresariais

Projetos de capacitação de recursos humanos, incluindo programas de formação avançada

242.259

Toneladas de Mármore produzidas em 2020

(Tratadas como resíduos mas com grande valor económico pelo potencial de reciclagem e reaproveitamento)

2.2

Percentagem da produção que é exportada (2019)

53 %

Milhões de Euros de receitas em exportações em 2019

218

Indústria do mármore e rochas ornamentais em Portugal

Milhões de toneladas de escombreiras.

(fonte: INE 2020)

(fonte: DGEG)

"Através de uma transição digital eficaz, vai ser possível produzir enormes impactos na qualidade da operação, serviço e produto final dos operadores; redução dos seus custos e acesso a serviços ou tecnologias diferenciadores que de outra forma não poderiam aceder. Este projeto irá igualmente aumentar o potencial da pedra, através do aproveitamento de resíduos e subprodutos da sua extração, sustentado por um conjunto de estratégias no âmbito da economia circular e otimização ambiental e energética."

"Quando aqui chegámos, aquilo que era preciso fazer para colocar este setor num novo paradigma de competitividade já se sabia, e todos os ingredientes existiam… só faltava fazê-lo!O projeto STONE CAST, considerando a pedra como o pilar para o futuro, alia uma atuação no âmbito da economia circular, com a transformação digital, e a Inovação e Desenvolvimento, visando, não apenas mudar o paradigma competitivo do setor mas, efetivamente, promover o desenvolvimento de toda a região de uma forma sustentável."

João Caldas

José António Porfírio

Head of OutSystems Global Partnership na Devoteam

Partner & CEO | People & Strategy na DPMC

Empresas

© BOLD by Devoteam 2021

Geral:

stonecast.portugal@gmail.com


José António Porfírio:

jporfirio@dpmc.pt

Linkedin
Twitter